Thursday, 26 January 2012

A "legislação desnecessária"

by flashopen

UTRECHT, Holanda - A "legislação desnecessária" contribui para a degradação do ensino secundário. Essa foi a mensagem dos sindicatos dos professores durante a greve de professores quinta-feira que reuniu cerca de 10 mil professores no Centro de Feiras 'Jaarbeurs' em Utrecht.
Também o líder do SP (Partido Socialista) Emil Roemer esteve presente. O ex-professor, que ensinou geografia durante 18 anos, criticou os planos do governo, especialmente os cortes na educação especial aos quais manifesta claramente o seu total desapreço. "Isto é realmente dramático" diz. Ele acredita que a ministra da educação Van Bijsterveldt (CDA) teria feito melhor figura se tivesse investido esses 300 milhões que acaba de cortar, (anteriormente destinados a incentivos e prémios de boas-prestações) noutras iniciativas de âmbito educativo. "Isto é algo que nenhum professor quer, e só leva a zangas nas salas de professores."


Sindicatos
"Nós não fazemos greve porque é divertido, mas porque tem de ser", disse o director Gijsbert Boggia do sindicato ABVAKABO-FNV. "Nós sabemos que a Ministra Van Bijsterveldt não está feliz com esta greve. Será que ela ainda não sabe que dias bons para fazer greve não existem?"

A Directora da 'CNV Onderwijs' Joany Krijt acrescentou: "As 40 horas extras por ano que a senhora Ministra quer não vão melhorar a qualidade de ensino. Mas professores motivados sim. Walter Dresscher do 'AOb' (Sindicato Geral da Educação) resumiu a mensagem de todos os outros sindicatos, quando disse que a luta não acabou. "Estaremos de volta em acção."

Um dos pontos de protesto da greve esteve também relacionado com as férias de verão. O governo tenciona assim, e com as novas normas de austeridade, reduzir em uma semana o periodo de férias de verão dos professores.
Na região de Brabant 32 escolas secundárias fecharam as portas neste dia mas a nível nacional pouco mais de 100 escolas secundárias decidiram fazer o mesmo o que significa que a greve não foi massal como seria de esperar. No entanto, os professores pretendem completar estas tais 40 horas com mais 32 horas de greve ainda este ano.

No comments:

Post a Comment

Thank you for your comment.