Thursday, 26 January 2012

A "legislação desnecessária"

by flashopen

UTRECHT, Holanda - A "legislação desnecessária" contribui para a degradação do ensino secundário. Essa foi a mensagem dos sindicatos dos professores durante a greve de professores quinta-feira que reuniu cerca de 10 mil professores no Centro de Feiras 'Jaarbeurs' em Utrecht.
Também o líder do SP (Partido Socialista) Emil Roemer esteve presente. O ex-professor, que ensinou geografia durante 18 anos, criticou os planos do governo, especialmente os cortes na educação especial aos quais manifesta claramente o seu total desapreço. "Isto é realmente dramático" diz. Ele acredita que a ministra da educação Van Bijsterveldt (CDA) teria feito melhor figura se tivesse investido esses 300 milhões que acaba de cortar, (anteriormente destinados a incentivos e prémios de boas-prestações) noutras iniciativas de âmbito educativo. "Isto é algo que nenhum professor quer, e só leva a zangas nas salas de professores."


Sindicatos
"Nós não fazemos greve porque é divertido, mas porque tem de ser", disse o director Gijsbert Boggia do sindicato ABVAKABO-FNV. "Nós sabemos que a Ministra Van Bijsterveldt não está feliz com esta greve. Será que ela ainda não sabe que dias bons para fazer greve não existem?"

A Directora da 'CNV Onderwijs' Joany Krijt acrescentou: "As 40 horas extras por ano que a senhora Ministra quer não vão melhorar a qualidade de ensino. Mas professores motivados sim. Walter Dresscher do 'AOb' (Sindicato Geral da Educação) resumiu a mensagem de todos os outros sindicatos, quando disse que a luta não acabou. "Estaremos de volta em acção."

Um dos pontos de protesto da greve esteve também relacionado com as férias de verão. O governo tenciona assim, e com as novas normas de austeridade, reduzir em uma semana o periodo de férias de verão dos professores.
Na região de Brabant 32 escolas secundárias fecharam as portas neste dia mas a nível nacional pouco mais de 100 escolas secundárias decidiram fazer o mesmo o que significa que a greve não foi massal como seria de esperar. No entanto, os professores pretendem completar estas tais 40 horas com mais 32 horas de greve ainda este ano.

Hack Week @ Twitter

by twittereng

Hack Week @ Twitter: Hack Week is one of the ways we actively promote innovation through experimentation around the company. This week, a wide range of folks here are taking time away from their day-to-day work to collaborate and develop ideas that they are passionate about.

Get comfortable with uncertainty; it leaves room for inspiration. #hackweek

— benji shine (@bshine) January 24, 2012
Employees across the company have formed nearly 100 teams to work on a variety of projects. Some are developing ways that could make Twitter even easier to use; others are testing out a new feature or tool that people might want to see in the service. Some projects are technical, and strategic; some are fun, giving people a chance to stretch their creative muscles.

We don’t know what exactly will result, but we can’t wait to find out. One thing we do know: we’ll have a bunch of awesome new products, features, and ideas. Some may launch quickly, and others will earn more time and attention to further develop. And of course, some of what happens in Hack Week will stay in Hack Week.

Stay tuned for updates about our first Hack Week of 2012.

Tuesday, 10 January 2012

Football: Males que veem por bem?

by @flashopen


No passado dia 21 de Dezembro o Ajax jogou em casa com o AZ a contar para a taça, no entanto este desafio foi cancelado devido a um incidente inédito na história do football de alta competição holandesa. Resumindo, um adepto do Ajax (hooligan) entra em campo, agride o guarda-redes do AZ (Estebán) a que este responde com dois pontapés e o árbitro, como não sabia lá muito bem o que havia de fazer, resolveu mostrar-lhe o cartão vermelho. Foi o fim da picada! O treinador do AZ (Gertjan Verbeek) não concordou e enviou toda a equipa para os balneários. O árbitro, e como desta vez ficou mesmo sem o que fazer, cancelou o jogo.

Neste video as agressões são boas de ver:


















A opinião pública divide-se no que diz respeito à atitude do guarda-redes. Uns dizem que sim, que fez muito bem, afinal foi em legítima defesa. Outros dizem que não, que fez muito mal, pois é um péssimo exemplo para as crianças. Isto fez, como se deve calcular, correr muita tinta nos jornais, discussões e entrevistas em programas desportivos e não desportivos, etc... e claro, a social-media chamou-lhe um doce!
Agora vem o próximo encontro entre os cujos e várias decisões por parte da Federação têm sido feitas acerca do público a estar presente em Amesterdão. Mais tinta, portanto.

De acordo com os órgãos sociais holandeses, entre os quais o Volkskrant, NRC, Parool, só crianças e os respectivos encarregados de educação serão permitidos a assistir ao desafio entre o Ajax e o AZ no próximo dia 19 de Janeiro.
Curioso também, ė o facto destes terem imprimido exactamente os mesmos títulos que salientam o facto que às mulheres e aos homo's a entrada será interdita. Muito estranho. Depois veem outros, como o De Telegraaf onde se pode ler no título "Também os homo's permitidos no Ajax-AZ".
Seja là o que for decidido somos obrigados a concluir que existem categorias de público mesmo muito bem definidas na Holanda:
1. Homens (os hooligans serão definidos como uma sub-classe destes)
2. Mulheres
3. Homo's
4. Crianças.
Ora bolas, não tenho nada contra os homo's muito menos contra as mulheres, mas a pergunta é:
Que é que se passa com os holandeses? Anda a ficar tudo doido?

Thursday, 5 January 2012

Telegram? Telex?

by Flashopen
Telegram.nl, the Dutch company that in 2001 took care of the KPN telegram services, has just acquired the Swiss Swiss Telex together with one third of all international telex traffic.
According to the Telegram Services Manager Director Rob van Hoof, telex is no easy sport: "We began in 90's to sell telex systems and services. And later, we started with telegrams-service which uses the telex-network a lot". Internet didn't kill the telex. Every month are millions of telexes sent worldwide. Telex is a legal and a juridic requirement in many cases. Besides, telex is in many countries more reliable then internet.

Source: RTLZ